Corrente está abandonado pelo poder público municipal. O infortúnio está em todas as áreas: estradas intrafegáveis, clamor por água, educação pública vivendo causo e com dificuldades para pagar seus profissionais, estrutura precária e esgoto a céu aberto.

As promessas milagrosas do Gladson Murilo Mascarenhas Ribeiro (Progressistas), durante a campanha em 2016, se transformaram em pesadelo assim que ele colocou a faixa de prefeito. O gestor prometeu água, melhorar a vida do pivo, desenvolver o município, apoiar o esporte, estimular a cultura e elevar a qualidade de vida da população. Em vez de pôr em prática medidas administrativas capazes de transformar as promessas em atos benéficos para a população, resolveu omitir e não ouvir o clamor do povo. Desilusão, sofrimento e falta de perspectivas. Essa é a realidade hoje, especialmente dos jovens que acreditaram nas espalhafatosas promessas de campanha.

Sem estruturas de qualidade nas escolas, e sem o prometido apoio, muitos jovens partiram em busca de oportunidades e os que ficaram pouco podem esperar, pois a ociosidade e a falta de perspectivas é um campo fértil para a propagação e uso de drogas e prática de violência, situação que em Corrente hoje atinge índices alarmantes. Arruinada pela incompetência do prefeito, Corrente pede socorro!

Dê sua opinião:

Tags