Portal O Estado

Total gasto por brasileiros em viagens internacionais duplica nos últimos nove anos

Estados Unidos, Itália e Chile são os destinos internacionais mais visitados por brasileiros

O Brasil está entre os 20 principais países de origem de viajantes internacionais, é o que indica o Global Destination Cities Index, levantamento anual realizado pela Mastercard. 

Na 19ª posição, os brasileiros realizaram cerca de 6,5 milhões de desembarques com pernoite em destinos internacionais em 2017, o que representa um aumento de 91% em comparação à 2009, quando o índice começou a ser elaborado. Os gastos dos brasileiros fora do país seguiram essa mesma tendência e praticamente dobraram em 9 anos, passando de US$3,13 bilhões em 2009 para U$6 bilhões em 2017. Estados Unidos, Itália e Chile são os destinos internacionais mais visitados por brasileiros.

Globalmente, os países que lideram o ranking de origens são Estados Unidos, China e Alemanha. Segundo Sarah Buchwitz, VP de Marketing e Comunicação da Mastercard para Brasil e Cone Sul, conhecer os destinos mais visitados dos brasileiros é de extrema importância para a Mastercard, já que a empresa ajuda as pessoas a conhecerem o mundo com conveniência e conectividade perfeitos para cada destino, além de oferecer aceitação sem preocupações em milhões de locais em todo o mundo.

“Sabemos que viagens são uma prioridade para a maioria de nossos clientes. Por isso, buscamos oferecer benefícios que simplifiquem a sua jornada e tornem a experiência ainda melhor”, afirma Sarah. Alguns dos benefícios oferecidos pela empresa em viagens são Airport Concierge – que auxilia o portador do cartão na chegada em diversos aeroportos do mundo, reembolso (cash back) automático direto na fatura para compras nos EUA, seguro viagem, sala VIP em aeroportos – incluindo sala VIP própria no Aeroporto de Guarulhos, e wi-fi gratuito por meio do Boingo.

Além disso, a plataforma Priceless Cities está presente em mais de 40 cidades em todo o mundo e oferece oportunidades para que os clientes vivenciem momentos que não têm preço em áreas como gastronomia, diversão, estadia e compras. O Rio de Janeiro e São Paulo são duas cidades brasileiras Priceless.

Dê sua opinião:

Tags

Veja também: